quarta-feira, 10 de outubro de 2007

Petrobrás investe em abrigo para crianças

O Abrigo ALMA, Associação Lar Missionário de Amor, está em festa. Começa um novo ciclo na vida das crianças que moram no casarão da Praia da Bandeira, que desde 1998 acolhe crianças de 02 a 10 anos, vítimas de maus tratos, abuso sexual, violência doméstica, negligência.A Petrobrás assume a manutenção, e o CIEDS, Centro de Estudos e Programas de Desenvolvimento Sustentável, vai trabalhar no desenvolvimento institucional do Abrigo. Para marcar a mudança, o Abrigo faz festa para as crianças, nesta quarta-feira, 10, e recebe convidados e seus novos parceiros: além da Petrobrás e do CIEDS, também a HOPE e a The Key.O Abrigo mantinha suas contas em dia com um financiamento da Varig, que faliu e quase levou junto o Abrigo. Voluntários que trabalhavam na Petrobrás também ajudavam, e muitos parceiros, acreditando que era uma iniciativa da empresa, deixaram de contribuir. Conclusão: sinal vermelho para o abrigo. Mas agora é verdade. A Petrobrás realmente se comprometeu a manter o Abrigo. Para garantir a melhoria do atendimento e um desenvolvimento sustentável da instituição, a Petrobrás fez convênio com o CIEDS, Centro Integrado de Estudos e Programas de Desenvolvimento Sustentável.O CIEDS vai fazer toda uma capacitação em gestão, com a equipe do Abrigo, e também propor uma nova dinâmica pedagógica para as crianças. O Abrigo Alma foi criado em 1998, por iniciativa de D. Ilma, e funciona na Praia da Bandeira, 475, na Ilha do Governador/RJ. Contato: Aldeli Carmo Tels.: (21)3094 4572

4 comentários:

Abrigo ALMA disse...

Sou diretora do Abrigo ALMA, Sr.ª Ilma Santos de Souza, e informo aos leitores desta notícia que a ONG CIEDS não vem cumprindo desde o início do projeto até a presente data com a Proposta de melhorias em nossa instituição, informamos que os repasses não são feitos regularmente, o que veio a prejudicar nosso trabalho. Cabe ressaltar que, o Convênio que deveria ser até Set/08 está previsto para ser rescindido no início de Abril/08, por inúmeros motivos desagradáveis.

Kika disse...

Srs. Leitores,
Eu, Ilma Santos de Souza, diretora do Abrigo ALMA, venho informar a todos que o Convênio foi Rescindido no dia 31/03/08, os 23 funcionários que haviam sido contratados foram demitidos por conta do término da Parceria, esta situação causou muitos transtornos, existem 23 pessoas desempregadas, inclusive no dia do pagamento das Rescisões de Contrato de trabalho com os funcionários, a ONG, CIEDS, que administrava todo a verba do projeto, emitiu cheques sem fundo aos funcionários, no último dia de prazo para pagamento, causando mais transtornos no término do Convênio, os funcionários devolveram os cheques ao CIEDS, e revindicaram a multa do art. 477 da CLT, no dia seguinte dia 11/04, receberam os pagamentos com a multa incluída.
Esse Convênio que seria para mim um sonho realizado tornou-se um verdadeiro pesadelo. O Abrigo retornou a sobreviver exclusivamente de doações e contando a ajuda de voluntários nas atividades diárias por não mais nenhum funcionário para executar os serviços. Voltamos a estaca zero, contudo o Abrigo ALMA foi o maior prejudicado, digo, as crianças.
Mas, essa história não vai terminar assim...

Ilma Santos

Bel Marques disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Bel Marques disse...

Olá
Desculpa pela demora para arrumar, mas confesso que me perdi um pouco...
Bom segue a retificação conforme pedido no email

onde se lê KIKA, ler - ABRIGO ALMA -

Abs Bel